11 novembro 2010

Fès


Marrocos20101011#0059 [JMB]Quando Abdul chegou contratado através da recepção do hotel porque o nosso guia tinha falhado por motivos também profissionais, o que havíamos solicitado era um guia turístico oficial falante de inglês espanhol e francês.

Aí estava ele, nós aguardando no foyer, altivo, jilaba preta e ar académico de quem percebia da coisa e cordial e simpático. Permanecemos afundados nos sofás escutando os preambulares históricos sobre a cidade, a velha a nova e que afinal eram três. Dissemos claramente o que queríamos visitar como claramente lhe dissemos que não queríamos ir às compras apenas uma visita cultural aceitando as suas sugestões profissionais.

Evidentemente pas de problème que só compraríamos se quiséssemos como se nós não soubéssemos a treta que isto é e foi!

Optamos por ir no 4x4 do Manel eu a conduzir em vez do táxi a caminho do Palais Royal para as fotos da praxe seguindo-se a subida a uma das colinas adjacentes o que permite ter uma panorâmica e uma nova perspectiva da cidade e da sua descomunal Medina percebendo porque é ela a maior do mundo árabe. Nem mais nem muito menos que dez mil como quem diz 10 mil, precisamente 9.500 ruelas que venha o mais afoito tipo espírito cem por cento aventura e trama-se logo à entrada de perdido. E se vos ocorre o uso do gps esqueçam logo que as ruas são tão estreitas, quando as nesgas de céu estão ao alcance dos olhos nem sequer o estão os satélites e portanto meus amigos guia contratado é preciso!

E mesmo que lhe repitam incessantemente que não querem perder tempo em compras pas de problème e zás a entrar na cooperativa dos tapetes que só compram se quiserem há multibanco e cartão visa entregas ao domicílio para qualquer parte do mundo e se não quiserem ok tenta-se noutro sítio sempre com o sorriso nos lábios e as explicações na ponta da língua.

Excelente a visita à cooperativa dos artesãos cerâmicos e àquela a que eu chamo sala de transe em que cada um dos artífices vive uma solidão acompanhada dando largas à sua imaginação de traço exímio perfeito e belo.

A visita à tinturaria como lugar onde por métodos ancestrais, artesanais como quase tudo em Fès se tingem as peles em rebanhos que já deixaram de o ser é uma experiência do outro mundo nas vossas pobres vidinhas senhores e senhoras onde as cores suaves ou intensas se misturam no labor dos artesãos com os aromas, digo cheiros, melhor fedor exalado que de nada ou quase vos adianta enfiar no nariz onde havia de ser? o raminho de hortelã que simpática e solicitamente vos oferecem à entrada. Optei por oferecer o meu e esconder-me do cheiro nauseabundo atrás da canon e disparatar a fotografar como quem tenta com os olhos anular o olfacto numa sublimação inteiramente conseguida. Dizem que estas são as melhores peles do reino não sei mas a competição entre as daqui e as de Marrakech continua ao rubro porque a minha pele é melhor que a tua.

Marrocos20101011#0048 [JMB]Outro trabalho solitário e de grande mestria é o executado pelas bordadeiras horas e horas a fio a fio a fio.

Passagem pela farmácia berbere onde há soluções para tudo em frasquinhos sem rótulo que depois se escrevem em casa na maior das confusões trocando o elixir para a queda do cabelo com um outro para a impotência.

Visita à universidade e na mesquita ficamos à porta linda de extasiar e os fiéis que não nós que somos estrangeiros a rezar e mulheres a conversar em múltiplas cumplicidades que só Alá conhecerá.

Na judiaria ficamos deslumbrados com as janelas e varandas das casas e o almoço é no melhor restaurante da Medina na garantia do nosso querido Abdul. Não aceita almoçar connosco mas aparece no final da refeição não para continuar a visita mas para nos pôr de lá para fora pois deve ter inteligentemente concluído que não iria ganhar comissões connosco e numa troca de olhares pareceu ouvi-lo murmurar um indisposto vocês não compram nada…!

Já de saída ainda tempo para cruzar várias vezes com o único meio de transporte permitido dentro daquele labirinto, burros e mulas num balac-balac contínuo como sendo arrumem-se da frente!

E pronto, fico-me por aqui antes que o vosso desinteresse aumente irremediavelmente porque o que queremos é vender expedições. Aproveitem e cliquem mesmo aqui ao lado em cima das fotos para as poderem ver em tamanho grande num até breve… lá! Inshallah!
     

Marrocos20101011#0070 [JMB]Marrocos20101011#0052 [JMB]Marrocos20101011#0094 [JMB]

Marrocos20101011#0007 [JMB]Marrocos20101011#0009 [JMB]Marrocos20101011#0011 [JMB]

Marrocos20101011#0010 [JMB]Marrocos20101011#0042 [JMB]Marrocos20101011#0025 [JMB]

Marrocos20101011#0027 [JMB]Marrocos20101011#0051 [JMB]Marrocos20101011#0030 [JMB]

Marrocos20101011#0054 [JMB]Marrocos20101011#0035 [JMB]Marrocos20101011#0037 [JMB]

Marrocos20101011#0098 [JMB]Marrocos20101011#0036 [JMB]Marrocos20101011#0101 [JMB]

Marrocos20101011#0104 [JMB]Marrocos20101011#0105 [JMB]Marrocos20101011#0117 [JMB]

Marrocos20101011#0120 [JMB]Marrocos20101011#0083 [JMB]Marrocos20101011#0113 [JMB]

Marrocos20101011#0127 [JMB]Marrocos20101011#0124 [JMB]Marrocos20101011#0126 [JMB]
 



Marrocos20101011#0000 (0014) [JMB]
   

FotoDiário de Viagem

Marrocos20101011#0000 (0114) [JMB]



Protected by Copyscape Web Plagiarism Detector


2 comentários:

Clapotis disse...

Fès-a-fascinante!
Fès-a-Imperial!
Para sempre!
Zé-o-perfeccionista, como sempre, BELO!!
:))

Liz disse...

As fotos são belissimas, concerteza um lugar magnifico!
O texto muito original, contraditório ao lugar comum!
Parabéns pela qualidade que sempre manténs!
Beijo imenso e de grande admiração!