30 março 2009

Lembro um céu...





Lembro um céu...



Absorto
de olhar pendurado nos ramos
lembro um céu:
azul e brilhante
com sonhos amadurecidos:
de asas brancas nos braços de um grande sol.


Se escondia
vermelho de ternura
rubro de imensidão
e se punha para lá dos rios e dos dias quentes:
entre nós e a noite mágica de desejos transparente.


E a felicidade era já ali…



Page copy protected against web site content infringement by Copyscape

Sem comentários: