22 março 2009

Da Surda Espera





014 - Manequim




Sejam talvez estes os dias
da surda espera
sentida nas palavras caladas
na dádiva sem entrega ainda.
Seja talvez este o tempo…
- uma espera em surdina -
apenas murmúrios no chão de nossos pés.



De ouvido colado
rente à relva
perscruto num bater de corações
nossos passos próximos.



Neste vespertino silêncio
de cinema cheio
e vazio à volta
a ternura desencalhou  de mim
cheia e à solta fez-se ao mar
- alto e revolto -
desfazendo-se nas brumas
da tela…

  



Page copy protected against web site content infringement by Copyscape


1 comentário:

MariahR disse...

seja talvez porque eu própria me sinto de momento na "espera em surdina" sabe-se lá de quê ...seja porque adoro palavras que soam silenciadas...ou seja tão só porque adoro ler-te...aqui pousei e descansei.
Beijo....daqueles.

Maria