23 fevereiro 2009

Lágrimas de Suor e Sangue Talvez…

Lágrimas de Suor e Sangue Talvez...

Do sorriso daquele beijo

Do enlevo de sua mão na minha

Da minha perdida no negrume do seu cabelo

O inesperado abraço se desfez urgentíssimo…

 

 

Transformo esse apertado abraço num longo murmúrio

Em que os corpos desnudados se entreabrem crus num voo de pássaros

Entregando-se lacrimejantes numa simbiose de antigas secretas paixões

Timbrado no meu o suor do seu corpo

Do cheiro exalado – perturbador e urgente – exigindo consumação

Permanece despertado o desejo sublime adiado…

 

 

Assim a espera se prolonga

Adiadas que são as fontes

O sangue talvez surja

Noutro lugar em que o tempo se afaste de nós…

 

 

Page copy protected against web site content infringement by Copyscape

 

Sem comentários: