27 maio 2008

Câmara escura



Lentamente…
A imagem vai surgindo
Na chapa branca
Impávida, segura e ténue
Vai surgindo diante de mim
Admiro-te…
Na fotografia!

Mas…
Olhando a eternidade
Em escassos segundos
Tudo escurece…
Imagem desfocada
Espera inútil!
Lentamente
Desaparece…
A imagem branca, insegura.

Escapas-me e
Tudo esmorece
E desaparece…
Tudo escurece!

Foto queimada
Tempo perdido
Aqui…
Na câmara escura!

Page copy protected against web site content infringement by Copyscape

Sem comentários: