14 junho 2008

Quando a chuva cai…!




Continua a chover
Não vás por aí... dizem-me a toda a hora... mas eu continuo a ir por ali…!
Voando num mar de sonhos...
Acorrentada
Preciso deste silêncio, preciso deste espaço…
Nostalgia, alegria, saudade, amor, beleza e profundidade... uma amálgama de sentimentos impossíveis de descrever!

À fenêtre de ma musique
Os sonhos de infância...
Ecos…

Encostada à vidraça
As lágrimas que eu choro… ninguém as vê brotar dentro da alma… ninguém as vê brotar dentro de mim…!
Cores outonais fazem-me lembrar o fim do verão e dos grandes amores…
Nostalgia…
Danser avec quelqu'un

Mourir d'amour...
O som audível da cor verde
Branco... transparente... água... sem impurezas...

Aqui neste silêncio...
Metade de mim é o que sonha... a outra metade pertence-te…!
Soltam-se as amarras
Futilidades...
A cor das manhãs
Tudo azul

Acidez em tons de amarelo
Sombreados…

Sonhos em tricolor

Toda a alma tem uma face negra
Mulheres amordaçadas
A Vida a preto e branco
Estados de Alma

Lágrimas húmidas...
Sustentação...

(E o Mar ali tão perto)

Abre a porta à Paixão
O meu refúgio é o teu chão...

(Gosto de flores azuis
Toque de seda...)
Leva-me contigo!

Partiste... mas sinto-te perto de mim...
Quero-te tanto... que nem sei há quanto já te quero assim…!

...E nesse beijo que não te dei... guardo os versos mais lindos que te fiz!


(Palavras breves, frases à solta extraídas dos Álbuns de Fotografias de Nina)

http://noitedechuva2008.spaces.live.com/


Page copy protected against web site content infringement by Copyscape

Sem comentários: