18 junho 2008

Aurora



É nas auroras mais claras
em que o sono se espanta
os sonhos estremecem
e a obra surge incompleta.




Page copy protected against web site content infringement by Copyscape

Sem comentários: